sábado, 28 de março de 2015

TRUCULÊNCIA DO PSDB ! ! !

O CAUDILHO E DEPUTADO ESTADUAL LUIZ FERNANDO MACHADO MANDOU ESVAZIAR O PLENÁRIO DA ALESP DEVIDO ÀS VAIAS DOS PRESENTES NAS GALERIAS. QUE RAIO DE DEMOCRACIA É ESSA ?

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, esteve na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo para falar ao plenário.

No momento em que iniciou o seu discurso ele foi vaiado calorosa e estrepitosamente pelo público presente na sessão.

De maneira autoritária e truculenta, características marcantes dos tucanos, o deputado estadual Luiz Fernando Machado pediu ao presidente da casa, o também tucano deputado Fernando Capez, que as galerias fossem esvaziadas para o prosseguimento da sessão, o que foi feito de maneira violenta pela Polícia Militar ali presente.

Não bastasse o deputado Luiz Fernando Machado ter como doadora de sua campanha eleitoral uma empresa, a Promon Engenharia, sendo investigada na operação Lava Jato, agora ele praticamente expulsa os munícipes da sessão da Assembléia Legislativa bem ao estilo de seu conterrâneo, o falecido senador baiano Antonio Carlos Magalhães.

Lamentável sob todos os aspectos a atitude totalitária do PSDB. E este partido nefasto ainda quer voltar a eleger prefeito em Jundiaí.

Leiam a matéria na íntegra no link abaixo:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/03/1609016-grupo-vaia-cunha-e-e-retirado-pela-policia-de-sessao-na-assembleia-de-sp.shtml

quinta-feira, 26 de março de 2015

TUTTI BUONA GENTE ! ! !

FOTO: Deputado Federal Miguel Haddad (PSDB) - Nobre Vereador Gerson Sartori (PT) - Nobre Vereador Marcelo Gastaldo (PTB). Muito à vontade.


Há alguns anos a cidade de Jundiaí tinha uma política muito diferente da atual. Em tempos remotos tínhamos situação e oposição. Haviam grupos políticos diferentes que pensavam diferente a respeito das demandas políticas locais. Haviam diferenças de idéias e de ideais. Hoje a situação reflete um antigo ditado que diz: " À noite todos os gatos são pardos ".

Nesta política franciscana do "é dando que se recebe" não existem mais diferenças. Todos se jogaram na mesma panela. A palavra pronunciada com mais frequência nos corredores cinzentos e lúgubres da política de hoje é " negociação ". É preciso negociar tudo neste modelo político onde os interesses particulares estão, via de regra, acima do interesse público. Assim sendo podemos dizer que PSDB, PT, PCdoB, PTB, PMDB e a maioria dos "Ps" estão sentados à mesma mesa fazendo do pobre eleitor um mero palhaço que assiste à todo este espetáculo circense como se fosse um mero espectador e pagando muito caro por isso.

O pior é que as eleições de 2016 se aproximam e se não surgir nenhuma novidade até lá este cenário político dantesco não deverá mudar.

quarta-feira, 18 de março de 2015

FESTA DE ARROMBA ! ! !

Não, não é a música do Erasmo Carlos, não. A política no município é como diz um pensamento popular: " A cada enxadada sai uma minhoca ".

Chegou às mãos deste blog uma cópia de todo o balanço financeiro e de contratos da DAE S/A relativos ao ano de 2012, período final da maléfica administração do PSDB. Após lermos atentamente toda a documentação reforçamos a nossa convicção do quanto a cidade de Jundiaí foi pisada e maltratada nos últimos 22 anos.

Leiam este post sentados para não caírem de costas. Vamos aos números impressionantes de contratos entre a DAE S/A e algumas empresas:

* A. Fernandes Engenharia e Construções Ltda. - Objeto: Locação de máquinas e mão de obra.

- 3 contratos em 2012 - Valor Total: R$ 17.116.426,58

* Sabiá Comunicação Ltda. - Objeto: Prestação de serviços de comunicação, publicidade e marketing.

- 1 contrato em 2012 - Valor Total: R$ 6.000.000,00

Uma barbaridade. Com o valor total desta locação a DAE S/A poderia ter renovado toda a sua frota de máquinas. E mais: Gastaram R$ 6 milhões para fazerem propaganda de água. Está bom ou querem mais ? Ainda é pouco, não é mesmo ? Então vamos agora à cereja deste bolo:

* Power Segurança e Vigilância Ltda. - Objeto: Serviços de vigilância armada, desarmada e eletrônica.

- Prazo do contrato: 45 dias

- Vencimento: 14/12/12

- Valor Total: R$ 9.471.942,34


Isso mesmo. Não está errado, não. Eles assinaram um contrato com a duração total de 45 dias, nos 2 últimos meses da gestão Miguel Haddad, gastando quase R$ 10 milhões com uma empresa particular de segurança.

He He He, QUE COISA, HEIN ? O pobre povo de Jundiaí levou mais um chute nas partes baixas dessa gente. Em resumo: O governo Miguel Haddad, em 2009, começou de maneira trágica pelo fato do alcaide ter sido cassado 7 vezes pela Justiça Eleitoral naquele ano; e terminou de maneira não menos trágica gastando R$ 10 milhões em um contrato de 45 dias nos últimos 2 meses de gestão. Simplesmente inacreditável.

Mas nem tudo foi desmando em 2012 pois ninguém é de ferro.

O balanço apontou também que naquele ano de 2012 a DAE S/A investiu R$ 31.760,00 em obras de arte do renomado e consagrado pintor Inos Corradin, dando um toque artístico e lânguido à vida pública de Jundiaí.

sábado, 14 de março de 2015

JUNDIAÍ NA LAVA JATO. DE NOVO ! ! !

Em post publicado no dia 15/12/14 este blog mostrou a citação de Jundiaí na Operação Lava Jato da Polícia Federal. Naquele texto mostramos que a revista ÉPOCA trouxe uma reportagem datada de 09/12/14 dizendo que o então deputado tucano José Aníbal, hoje como suplente do senador José Serra, aparece três vezes na lista de propinas da Camargo Corrêa.

Os pagamentos levados a ele somam US$ 90 mil. O primeiro, de US$ 40 mil, relacionado a um projeto de "canalização, pavimentação e ponte" em Botucatu. O segundo pagamento (US$ 30 mil) e o terceiro (US$ 20 mil), a um projeto que envolvia canalização, pavimentação e a construção de uma barragem em Jundiaí. Segundo ainda a revista, nas tristes emendas parlamentares de José Aníbal, há uma de R$ 200 mil, em 1995, para uma barragem em Jundiaí, como descrito na tabela da Camargo Corrêa. Para lerem a reportagem completa sobre essa questão acessem o link abaixo:

http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2014/12/documento-apreendido-na-camargo-correa-traz-nova-planilha-com-nomes-de-bpoliticos-tucanos-e-michel-temerb.html

Agora a Prefeitura de Jundiaí aparece de novo em escândalos de propinas envolvendo a mesma Camargo Corrêa. Em um relatório da Polícia Federal a prefeitura municipal é citada em um documento datado de 01/04/08 onde teria sido paga uma propina resultante de um acordo judicial.

Na parte superior do manuscrito, o montante de de R$ 55.900,00 refere-se, segundo a Polícia Federal, à propina paga por acordo judicial com a Prefeitura de Jundiaí. Está registrado como Custos Diversos (Polt), que poderia indicar a expressão Políticos. Diz respeito a 10% do valor total — R$ 559.000,00 — recebido pela Camargo Corrêa naquela data.

Confiram no documento a seguir:



Para lerem essa matéria na íntegra acessem o link abaixo:

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2015/03/13/devastador-o-que-o-moro-nao-perguntara-a-camargo-correa/

Como podemos constatar a política de Jundiaí já está mergulhada em um mar de lama sem precedentes onde, aos poucos, toda a sujeira política escondida embaixo do tapete vai aparecendo. Só esperamos que todos os envolvidos nesta esbórnia municipal sejam punidos de maneira exemplar.

quarta-feira, 11 de março de 2015

DUDA MENDONÇA FAZENDO ESCOLA ! ! !

IMPRENSA OFICIAL DO MUNICÍPIO - 11/03/2015

Termo de Prorrogação por mais 12 meses

Contratante: Prefeitura do Município de Jundiaí

Contratada: EUROFORT Comunicação Ltda.

Processo: N° 05.908-0/13

Assinatura: 09/03/15

Valor: R$ 9.000.000,00

OBJETO: PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE PARA O MUNICÍPIO DE JUNDIAÍ.


Este blog já fez duras críticas ao ex-prefeito Miguel Haddad por ter gasto, em seu último mandato, uma módica quantia de R$ 33 milhões com o publicitário Duda Mendonça para a realização de propaganda institucional da prefeitura. Um tapa na cara do povo de Jundiaí.

O atual alcaide vai pelo mesmo caminho. O contrato inicial com essa empresa EUROFORT, de míseros R$ 9 milhões, foi prorrogado por mais 12 meses onde a nossa prefeitura destinará aos felizardos desta agência mais R$ 9 milhões à título de publicidade do executivo.

Isso quer dizer que enquanto Miguel Haddad torrou R$ 33 milhões com publicidade, o atual prefeito Pedro Bigardi já gastou outros modestos R$ 18 milhões, sendo que faltam ainda mais 2 anos de mandato para o "governo da mudança", ou seja, esta despesa com publicidade pode aumentar ainda mais. Em Jundiaí o descaramento parece não ter fim.